#TarsilaInspira: Projeto no Centro de SP traz murais criados por mulheres inspirados em Tarsila do Amaral

#TarsilaInspira: Projeto no Centro de SP traz murais criados por mulheres inspirados em Tarsila do Amaral

29 de janeiro de 2020 0 Por Carol

Artistas mulheres colorem o centro de São Paulo com obras criadas a partir do trabalho da modernista Tarsila do Amaral

Mais de 400 mil pessoas estiveram no MASP em 2019 para conhecer a grandiosidade das obras de Tarsila do Amaral, mas ainda há milhares delas que nem sequer conhecem a artista, e não tem ou nunca tiveram a oportunidade de entrar em um museu. Para você ter uma ideia, ‘Tarsila Popular’ foi a exposição mais visitada da história do museu, superando até o público de ‘Monet’ em 1997.

Em abril de 2019, um grupo de 6 artistas de rua, convidado por Luciana Branco, diretora do hub de comunicação Em Branco, e liderado por Simone Siss, fez uma visita especial à exposição ‘Tarsila Popular’, conduzida por Tarsilinha do Amaral – sobrinha-neta e administradora do espólio da pintora modernista. As seis tiveram contato com as histórias das obras e conheceram um pouco mais da trajetória e do legado da pintora. A partir daí, e por meio do apoio da Secretaria de Cultura da cidade, elas foram convidadas a criar releituras de algumas obras e transformá-las em murais, que hoje fazem parte também do projeto Museu de Arte de Rua (MAR).

Mural por Katia Lombardo – Imagem @inlocolargaleria

“Entendemos que a arte urbana pode aproximar a mais importante pintora brasileira do grande público – e também valorizar a mulher que precede a artista”, diz Mag Magrela, uma das artistas visuais convidadas pela Secretaria da Cultura de São Paulo em parceria com o hub Em Branco para pintar uma das obras na cidade, além das artistas Simone Siss, Hanna Lucatelli, Katia Lombardo, Laura Guimarães e Crica Monteiro.

Cinco coloridos arranha-céus foram criados no centro da cidade de São Paulo. São lindos murais de dimensões gigantescas para inspirar todos, inclusive as mais novas gerações, pensando já que o trabalho de Tarsila segue vivo e em diálogo com o Brasil atual, acrescenta Mag Magrela para nós.

O trabalho de Mag Magrela – Imagem por Amanda Aguiar (Hub Em Branco)

SOBRE #TARSILAINSPIRA

Mag conta que todas as pinturas dos prédios são autorais e 95% das pessoas que formaram a equipe eram mulheres. Em cada uma das artes e nos elevadores dos edifícios que as expõem, há placas com um QR Code, que leva o público a uma página com informações sobre a Tarsila e as artistas envolvidas no projeto.

#TarsilaInspira ainda reúne workshops, livros, conteúdo audiovisual e canais digitais. As artistas deram um presentão bem no aniversário da capital!

“Vamos cuidar e observar as obras, falou?! Deu um mega trampo! Só pra lembrar que agora é retratamento histórico, a arte urbana faz parte do eco sistema Paulistano. Bora comemorar!”, comenta Crica Monteiro.

Empena por Crica Monteiro – Imagem por @aboladonaufrago

TARSILA DO AMARAL E SÃO PAULO

Tarsila do Amaral nasceu em Capivari, interior de São Paulo, em 1º de setembro de 1886. Foi pintora, desenhista e tradutora brasileira, uma das figuras centrais da 1ª fase do movimento modernista no Brasil. Tarsila foi estudar em São Paulo, passou a morar na Europa (Paris, Barcelona). Quando voltou ao Brasil, escolheu São Paulo para viver, onde morou até falecer (1973).

Arte por Simone Siss e Laura Guimarães – Imagem: @jabbakarin

Aqui, os endereços pra você visitar os murais de #TarsilaInspira:

@magmagrela na Rua Brigadeiro Luis Antônio, 52.

@katialombardo na Rua Quitanda, 139.

@crica.monteiro na Rua Direita, 32.

@simonesiss e @lauguimaraes na Rua Quinze de Novembro, 33.

@hlucatelli na Rua Quinze de Novembro, 77.

“O Brasil todo é terra indígena. Nosso ventre é indígena” – Hanna Lucatelli
Powered by Rock Convert