Quantas designers de tipografia mulheres você conhece? Aqui, 5 projetos que as celebram!

Quantas designers de tipografia mulheres você conhece? Aqui, 5 projetos que as celebram!

7 de dezembro de 2021 0 Por Carol

Viemos aqui enaltecer o trabalho dessas profissionais incríveis e selecionamos 5 projetos que merecem toda a nossa atenção quando falamos em tipografia!

As mulheres sempre ficaram para trás na história quando o assunto é arte, design e créditos aos seus trabalhos. No design, muitos movimentos hoje ressaltam a importância delas. Mas e quando falamos dentro de um nicho específico na área?

Você já parou para pensar quantas mulheres são especializadas em tipografia? Você as conhece ou saberia mencionar ao menos 5? Saberia dizer as pioneiras? Pois é! Recentemente houve um boom de artistas, ilustradoras e profissionais relacionadas a caligrafia, tipografia e letras – e isso é incrível!

Foi após a tipografia britânica aparecer como um novo fator comercial na concorrência das potências da Europa que a revolução industrial trouxe inovações importantes na tecnologia impressa. Saber que no início de tudo foram muitas estilistas (século 19 e no início do século 20) que contribuíam nessa indústria, e que raramente são mencionadas em materiais nos trouxe mais curiosidade. Há uma grande quantidade e ampla variedade de fontes criadas por elas!

DESIGN TIPOGRÁFICO

O design tipográfico tem um papel fundamental na comunicação visual: é super importante para a representação textual de linguagens e para fornecer vozes para diversas comunidades.

No entanto, freqüentemente, muita gente pensa que as fontes são o trabalho de um único designer, ao passo que, como a maioria dos objetos industriais, resultam de uma série de processos que envolvem múltiplas habilidades, freqüentemente realizadas por inúmeras pessoas.

Os fabricantes de tipos antigamente empregavam mulheres em departamentos que eram conhecidos como ‘estúdios de desenho’, ‘escritórios de desenho’ ou ‘departamentos de desenvolvimento tipográfico’, muitas vezes por motivos financeiros, já que as mulheres recebiam salários mais baixos do que os homens.

A maioria das jovens então, trabalhava alguns anos depois de deixar a escola e antes de se casar e criar os filhos. A rotatividade era alta, no entanto, algumas ocasionalmente perseguiam longas carreiras. Isso refletia a situação feminina mais ampla na indústria e na época.

Essas mulheres trabalharam diariamente no desenvolvimento e produção de fontes que eram, eventualmente, quase sempre atribuídas a designers do sexo masculino. Muitas fontes renomadas surgiram assim ao longo dos anos.

Pensando neste cenário, hoje trazemos aqui 5 projetos que exaltam mulheres na tipografia, para você conhecer, seguir e se inspirar! Vem:

1 – WOMEN IN TYPE

Women in Type (Mulheres no Tipo) é um projeto de pesquisa que destaca o trabalho dessas mulheres pioneiras em fábricas que falamos acima. O projeto traz as funções e responsabilidades delas entre 1910 e 1990 em duas grandes empresas britânicas: a Monotype Corporation e a Linotype Limited (anteriormente Linotype-Paul Ltd e Linotype-Hell Ltd).

No site, feito por pesquisadores da University of Reading, você encontra a histórias de mulheres inspiradoras, a tecnologia utilizada na época, por que contratar mulheres para a área, contribuições de nomes como Dora Laing e Dora Pritchett para o design, como era essa profissão, suas responsabilidades, além de ótimas dicas de livros.

2 – FEMME TYPE

FEMME TYPE é uma plataforma criada com o propósito de celebrar o design criativo e de tipos criado por aquelas que se identificam como mulheres. Fundada por Amber Weaver em 2019, o projeto quer incentivar as mulheres a seguir carreiras na área de design de fontes, tipografia / design gráfico, motion, 3D e tecnologia (engenharia de fontes). Por isso, traz um valioso conteúdo que contribui para promover e educar a indústria profissional sobre elas, que sempre foram sub-representadas nesta comunidade.

Em parceria com softwares como Adobe, LOVE Magazine e muitos outros, ajuda a espalhar a influência positiva FEMME TYPE onde quer que esteja. No site, há uma enorme lista de designers especializadas em tipo para qualquer propósito, incluindo quem possui experiência em eventos e curadoria, design gráfico, editorial, e mais.

Além disso, o projeto tem um livro lançado, tutoriais gratuitos sobre o assunto e inúmeros portfólios para se inspirar.

Tipografia por Cristina Pagnoncelli

No instagram: @femmetype

3 – A LETRA DELA

A Letra Dela é um espaço criado por brasileiras e focado no mundo das letras (lettering, caligrafia e type design) feitos por mulheres (nascidas ou que se identifiquem como).

O projeto, no Medium e no YouTube, conta sobre iniciativas tipográficas em relação às mulheres, dificuldades, conquistas e experiências pessoais, além de mostrar achados interessantíssimos pelo mundo, entrevistar artistas, recomendar workshops, tirar dúvidas e mais!

No instagram: @_aletradela

4 – WOMEN OF TYPE

Quase de mesmo nome que nosso 1ª apresentado, Women of Type (Mulheres do tipo) é uma página do Instagram que se tornou viral na pandemia e hoje se transformou em um site. O WoT existe principalmente para elevar e amplificar as vozes dos criativos femininos no espaço de tipografia e letras.

O projeto traz entrevistas com designers, artistas e suas histórias no mundo da tipografia, fala sobre a cultura freelancer, gestão de seus próprios negócios criativos, além de inspirar sobre como podemos nos expressar através das lentes do texto artístico e letras. 

Criado por @selfcarespotlight

No instagram: @womenoftype

5 – THAT TYPE OF WOMAN: A CELEBRATION OF WOMEN IN TYPOGRAPHY

Criado pela designer brasileira Minna Miná, “That Type of woman: a celebration of women in typography” (“Aquele tipo de mulher: uma celebração das mulheres na tipografia”, em tradução livre) é um jogo da memória com cartas que representam e homenageiam 26 profissionais mulheres do design tipográfico.

Grandes designers foram selecionadas para compor o jogo de memória que vem junto com um livrinho apresentando biografias e alguns de seus trabalhos. Os nomes foram organizados em 5 categorias de acordo com sua área de atuação: editorial, educação, lettering, impressão e tipo.

Cada ficha contém informações sobre sua origem, data de nascimento, uma palavra-chave para representar seu trabalho e informações sobre sua presença na web. O livro que acompanha os cartões contém biografias curtas e portfólios organizados em ordem alfabética.

E você? Conhece algum designer de tipografia que seja mulher e merece nossa atenção? Um projeto bacana? Deixe aqui os comentários!

Imagem de capa: @chickofalltrade

el cabriton camisetas