Conheça 4 letras de músicas que não fazem sentido algum neste planeta

Scroll down to content

Músicas que não fazem sentido estão o tempo todo em nosso cotidiano. Às vezes, a gente cantarola o dia inteiro sem nem parar para pensar na letra que mais parece ter sido escrita por Ionesco. Na música nacional, por exemplo, temos verdadeiros mestres da tradição nonsense.

Neste texto, vamos garimpar 4 verdadeiras pérolas de músicas nacionais que não fazem sentido nenhum, e também alguns exemplos de canções internacionais. Confira o que se passa na mente não linear dos maiores gênios compositores, que certamente, assistiram David Lynch em demasia. Boa leitura!

Músicas que não fazem sentido: conheça a Escola Djavan de Canções Absurdas

Companheiro, se conseguir aprender japonês em braile, São Jorge não só empresta o dragão como vira o serviçal de um samurai, viu? Não entendeu? Pois, é… Isso acontece com quem fica muito tempo ouvindo o mestre supremo da licença poética, Djavan! Veja o trabalho de seus alunos mais famosos.

1. Belchior, o bigode mais adorado do Brasil

musicas que não fazem sentido

 

Foi, provavelmente, inspirado em Djavan que o saudoso e estiloso Belchior escreveu o seguinte trecho de Alucinação: “pessoas cinzas, normais, garotas dentro da noite. Revólver: cheira cachorro.

 

E continua…

Os humilhados do parque
Com os seus jornais

Carneiros, mesa, trabalho
Meu corpo que cai do oitavo andar
E a solidão das pessoas
Dessas capitais
A violência da noite
O movimento do tráfego
Um rapaz delicado e alegre
Que canta e requebra
É demais!

O poeta do bigode brilhou nessa, fala a verdade! Não houve, sequer, a preocupação em rimar…

2. Renato Russo, voz macia e ideias desordenadas

Renato Russo retorna ao nosso pensamento quando lembramos desse momento em que mostrou sua bipolaridade ao mundo: “Tenho andado distraído, impaciente e indeciso. E ainda estou confuso, só que agora é diferente, estou tão tranquilo e tão contente.”

músicas que não fazem sentido

 

“Quase sem querer” equivale a um “sem querer querendo.” A diferença, é que o Chaves todo mundo perdoa, né?

3. Novos Baianos, a psicodelia lírica do rock nacional

“Andando por todos os cantos e pela lei natural dos encontros, eu deixo e recebo um tanto e passo aos olhos nus ou vestido de lunetas, passado, presente, particípio, sendo o mistério do planeta.” Não sei o que eles andaram bebendo, mas the 70’s, aparentemente, sequelou a mente desse pessoal e eles devem estar de ressaca até hoje.

4. Moraes Moreira, vocalizações e frases descabidas

musicas que nao fazem sentido

 

“Talvez pelo buraquinho, invadiu-me a casa. Me acordou na cama. Tomou meu coração e sentou na minha mão.” “Faz zunzum pra mim. Faz zunzum e mel.” Capicci? O autor de “eu ia lhe chamar, enquanto corria a barca” também era integrante dos Novos Baianos.

Canções internacionais: ninguém escapa aos nossos ouvidos atentos

“The crystal ship is being filled. A thousand girls. A thousand thrills.” Veja a mente insana do jovem Jim Morrison. Um navio de cristal que precisa ser abastecido? Mil garotas, mil emoções. Sem mais!

“Remember when you were young, you shone like the sun. Shine on you crazy diamond. Now there’s a look in your eyes, like black holes in the sky.” Quem não gosta de Pink Floyd deve procurar com urgência um terapeuta, concorda?

Mas, também compuseram várias músicas que não fazem sentido. Afinal, qual olho não possui um olhar? Brilhe em seu diamante louco! Esse é o conselho do autor, Roger Waters, para nós!

Old songs: canções que não fazem mais sentido

É o caso de “fotografei você na minha rolleiflex, revelou-se a sua enorme ingratidão” do maestro Tom Jobim. Quem é que tem ainda hoje uma câmera fotográfica do tipo rolleiflex e mais, quem ainda revela foto, gente?

O mesmo raciocínio se aplica àquela do mestre Jorge Ben: “o telefone, tocou novamente, fui atender e não era o meu amor.” A grande verdade sobre o telefone fixo é que a gente só contrata porque o combo de internet fica mais barato.

Agora, fica o desafio para você que deseja ingressar na Escola Djavan de Canções Absurdas. Lembra de “Açaí”? “Açaí, guardiã. Zum de besouro, um ímã.” Como dever de casa, que tal interpretar esse belo clássico da MPB pra ficar afiado na matéria? Músicas que não fazem sentido são ótimas para puxar papo. Cita essa ideia numa mesa de bar e pronto, é assunto para um semestre inteiro.

Gostou da nossa aprofundada análise musical? Então, compartilha o texto em suas redes sociais, tá certo? Abraços e até a próxima!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: