Chegou aquela época que chega uma vez por ano: nosso aniversário!
E para um mês tão especial, só poderíamos chamar uma pessoa do coração para pintar nossas paredes: nossa amiga de fé, irmã camarada e talentosíssima Aline Aiba, que está à frente do Mirai Atelier.

A semana foi cheia de bons papos, reencontros, chuva e desafios. Aline pintou sozinha a fachada toda em 3 dias! Haja sobe e desce de escada e dor no braço! Mas isso não parece assustar quem está acostumada com o longo processo de modelagem, queima, pintura e esmaltação da cerâmica.

Mirai

O resultado na parede é um espelho do trabalho da artista : paciência, delicadeza, presença da natureza e cores suaves. Tudo azul nas nossas paredes!

Conheça um pouco mais sobre Aline:

Qual a sua lembrança mais antiga em relação à arte?
 Acho que era ver meu pai desenhando e pintando.

Quais são as coisas ou pessoas que te inspiram no seu trabalho? Minhas memórias de infância aparecem muito nos meus trabalhos, tanto na cerâmica quanto nos desenhos. Tenho 2 artistas asiáticas que eu gosto muito Aya Takano e  @jungji_sook .

Como chegou na cerâmica?

Desde criança eu sempre gostei de desenhar e fazer trabalhos manuais. Adorava ver o programa “Note e Anote” da Ana Maria Braga e fazer tooodos os artesanatos que ensinavam. Entrei na faculdade de moda, cursei 2 anos e saí. Fui ter minha confecção de roupas e acessórios. Nunca parei de desenhar. Quando tinha uns 22 anos montei meu atelier (ainda na confecção) numa casa em que todos eram artistas plásticos e conheci o Rogério Degaki que trabalhava com escultura, creio que foi ele quem me fez olhar para o 3D, mas só  em 2013 eu fui começar a mexer com a cerâmica, e descobri que mexer com a terra, barro, argila é algo que ainda está dentro de nós, escondido em algum lugar.

mirai

Quais os desafios e as vantagens de trabalhar com um produto como esse?
Pra mim foi um encontro. Eu não conseguia focar (tirando o desenho) em nenhuma outra arte manual, estava sempre migrando, me sentindo incompleta. Quando eu conheci a cerâmica parecia que tudo fazia sentido, o grande desafio é aceitar os inúmeros processos que a cerâmica demanda e lidar com as imperfeições.

Que tipo de trabalho te dá mais prazer? Você tem uma peça favorita ou um tipo de peça que prefere fazer?
Eu gosto de fazer tudo na cerâmica, mas estou tentando focar cada vez mais em unir a ilustração com a modelagem das peças. Eu não gosto meeeeesmo é de atender atacado de 1000 peças iguais.

Você costuma ouvir música enquanto cria? O quê?
De mantra à pagode

 Mirai
Você já tinha pintado um muro antes?
Já, mas nada tão Grande, especial e inclinado.

Como o processo de criação para a fachada se diferenciou do seu processo de criação habitual?
Desenhar e planejar a fachada num papel foi muito simples, mas aplicá-lo na parede foi um desafio. Mas tentei colocar um pouco do que me inspira, animais, natureza e a cor Azul.

Mirai

Mirai

Como foi sua experiência de pintar a fachada? Como foi o passar dos dias aqui na esquina da Augusta com a Jaú?
Foi muito legal, principalmente a reação das crianças.  Nunca dei tanta informação de localização.

Além da fachada, Mirai assina 3 estampas do nosso catálogo para te acompanhar por esse mundão

Mirai

Mirai

Mirai

Compre as camisetas clicando AQUI

 

Ping Pong

O que você almoçou hoje? Nada ainda
Qual primeira música que você ouviu hoje? A vizinha cantando Marisa Monte
Vermelho ou Azul? Azul
Fundo Preto ou Branco? Branco
Ghost ou O Sexto Sentido? Ghost
Rio ou São Paulo? SP♡
Paul Mc Cartney ou John Lennon? Paul
Cerveja ou Vodca? CERVEJA
Dedé ou Didi? Didi
Hitchcock ou Tarantino? Tarantino
Filme ou Livro? Filme
Tênis ou chinelo? Tênis
Sheila Melo ou Sheila Carvalho? Carvalho
Xuxa ou Angélica? Xuxa GO Vegan
Salgado ou doce? Salgado
Pepê ou Nenêm? Nenêm

Nós agradecemos o trabalho, dedicação e carinho em nossa fachada!
Você pode conhecer mais sobre o trabalho de Aline no site:

http://www.ateliermirai.com.br
Instagram.com/mirai.atelier
Facebook.com/miratelier

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: