Som de qualidade, gente legal, bebidinhas e liberdade para curtir o quanto quiser — esses são só alguns dos elementos que fazem os festivais de músicas serem maravilhosos. Esse tipo de rolê não é novo, mas ultimamente tem retornado com muito sucesso, carregando muita gente para dias de zoeira infinita.

A ideia de liberdade de expressão, com gente jovem, sem preconceitos e pronta para se divertir muito faz com que esses eventos sejam sempre um sucesso. Qual foi o último em que você marcou presença? Se ainda não foi, não sabe o que está perdendo!

 

A ideia começou com festivais muito loucos

Essa ideia de festival de música é antiga e foi uma das melhores coisas já criadas. Durante a história, muitos eventos marcantes e que levaram a galera à loucura aconteceram mundo afora, abordando causas sociais, reforçando a necessidade de liberdade de expressão dos jovens e, claro, valorizando a música e seus diferentes gêneros.

Entre os principais e muito conhecidos está a única edição do muito louco, louco demais, festival de Woodstock, que aconteceu entre os dias 15 e 18 de agosto de 1969, lá nos EUA.

 

festivais de musica

Cerca de 500 mil pessoas, entre elas a maioria hippies, migraram para os arredores de Bethel, em Nova York, acampando durante dias e aproveitando o festival que contou com muita música, arte, liberdade, amor, paz e algumas outras coisas que deixavam a galera bem louca!

Um pouco antes, em 1964, a cidade de Newport, em Rhode Island, também nos EUA, recebeu o Newport Jazz Festival — outro evento marcante e que botou as pessoas pra dançarem ao som de uns carinhas como Miles Davis e RayCharles. Conhece?

Vale a pena lembrar também de outros eventos marcantes para a contracultura, a música e a juventude, como o Glastonbury Festival, Festival de Monterey, o Miami Pop Festival e, por aqui, em terras tupiniquins, o Rock in Rio.

O rolê hoje em dia

Muitos desses festivais de música foram trazidos para os dias atuais e o espírito dos eventos é realmente proporcionar um amplo espaço de interação, diversão, diversidade de ideias e pessoas — além, é claro, de muita música boa. As bandas são de todos os tipos, desde aquelas bem mainstreams até as que só seu amigo hipster conhece.

 

Dá para fazer um monte de amizades e interagir com gente que você nunca viu na vida, sem que isso faça você parecer louco. Legal, né? Você pode sair de lá com um monte de contatinhos e vários novos crushes. Também dá para beber até não poder mais — e isso pode ser mais importante do que parece!

Os festivais e quando rolam

No Brasil, tem muita coisa boa: os principais são o Lollapalooza, em São Paulo, (sempre em março) o Rock in Rio, no Rio (em 2019 tem, em setembro), o Abril pro Rock , em Recife-PE (sempre em abril) e o Meca Festival, em Inhotim-MG (de 29/06 a 01/07). O Coala Festival e o Popload vem se firmando como novas promessas na cidade de São Paulo, pois ainda tem uma pegada menor. Outros festivais legais que podemos citar são João Rock ( Ribeirão Preto) , Planeta Atlântida ( Atlântida-RS), Bananada (Goiânia), entre outros.

Nos EUA o bicho pega no Coachella (em 2019 será em abril), nesse mesmo ritmo e com os melhores artistas do mundo. O Burning Man é famosissímo e acontece no deserto de Nevada, porém tem uma pegada diferente e prega a sustentabilidade.  A Europa também está sempre recebendo eventos legais, então vale a pena ficar ligado se você está planejando uma eurotrip!

festivais de musica
I Hate Flash/Lollapalooza Brasil

 

Deu para ver como os festivais de música têm tudo que você está procurando não é mesmo? Já vai guardando grana e se preparando para curtir o próximo. O ideal é que você reserve umas economias antecipadamente, até porque o festival que você escolher pode ser fora da sua cidade. Mas acredite: ir a um deles pode mudar a sua vida!

Outra coisa importante é o look que você vai usar nos dias do evento. O Lollapalooza tem sempre uma galera que manda muito bem, mostrando bastante estilo. Então, aproveita e dá uma olhada em como customizar camisetas para usar nesse festival!

Ah, não se esqueça de jogar lixo só no lixo. Cenas como essa da foto do post são deprimentes.

Esse blog aqui tem várias infos sobre festivais no mundo todo!

el cabriton

One Reply to “Festivais de música: por que amar?”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: