Capas icônicas de álbuns são redesenhadas para mostrar distanciamento social

Capas icônicas de álbuns são redesenhadas para mostrar distanciamento social

3 de abril de 2020 0 Por Carol

Dois designers criaram um projeto inusitado. Através do rock exibem o comportamento certo em tempos de quarentena e isolamento social

Algumas dessas bandas ficaram conhecidas pelo seu comportamento rebelde e ousado durante o auge de sua fama. Mas agora, elas exibem uma atitude exemplar em suas capas clássicas, já que seus álbuns foram redesenhados e mostram de maneira divertida as melhores práticas em tempos de distanciamento social: todos os membros estão separados por um metro e oitenta.

Beto Fernandez e Paco Conde, fundadores da agência Activista, com sede em Los Angeles, ficaram com tempo livre depois que a Califórnia, local onde moram, emitiu, assim como vários outros locais do mundo, o pedido de quarentena para reduzir a propagação do coronavírus (Covid-19). 

E embora as pessoas tenham sido instruídas a ficarem em casa, com exceção de trabalhadores essenciais, Fernandez e Conde viram grandes grupos em parques, praias e supermercados. As diretrizes de distanciamento social não pareciam estar dando certo, então a dupla começou a trabalhar em um projeto pessoal de design chamado “6 Feet Covers“.

“Decidimos que capas icônicas de álbuns seriam uma ótima solução visual, além de simples”, explicam Fernandez e Conde por e-mail ao site FastCompany. Atualizar imagens que já são famosas na cultura popular forneceria às pessoas um entendimento mais fácil para respeitarem o que significa distanciamento social.

Fernandez e Conde então fizeram o redesign de 16 capas icônicas de álbuns, incluindo Abbey Road dos Beatles, Queen II de Queen, Destroyer de Kiss, Highway to Hell de AC / DC,  Straight Outta Compton da NWA, Antologia dos Ramones, e mais.

Como algumas capas eram originalmente close-ups nos rostos dos membros das bandas, os designers tiveram que reimaginar como os corpos inteiros ficariam quando todos estivessem espalhados. A dupla acabou pesquisando sobre as tendências de moda da época e buscaram referências alternativas que mostravam o que os músicos usavam em suas sessões de fotos – tudo isso para criar algo “totalmente autêntico”. 

Eles então encontraram cenas de ‘Highway to Hell’ de AC / DC e fotos de ‘Surfer Girl‘ do The Beach Boys, e se basearam em referências de roupas contemporâneas para reconstruir completamente algumas pessoas como no álbum ‘Wild Plane’ do B-52s.

De todos os redesigns, Abbey Road dos Beatles é uma das composições favoritas dos dois. Em vez de todos os quatro Beatles estarem na faixa de pedestres juntos, eles agora estão espalhados pela avenida. “É um álbum tão importante e a capa é super icônica”, diz Fernandez, “mas também a foto realmente ajuda a criar drama sobre o distanciamento social, que é o que precisávamos.”

Além disso, usar a cultura pop é uma maneira positiva de comunicar a importância desses cuidados, especialmente se as notícias do coronavírus deixarem você ansioso e incerto. “Os feeds sociais de repente estão cheios de notícias tristes e assustadoras, então pensamos que deveríamos fazer algo mais alegre e divertido, mantendo a importância da mensagem”, explica Fernandez.

Também mostra a engenhosidade dos designers em encontrar maneiras criativas de comunicar um ponto. Se ao menos os membros do Fleetwood Mac tivessem ficado tão distantes na vida real, com certeza teriam muito menos drama em sua história!

Para ver todas as capas, acesse o Projeto 6 Feet Covers.

el cabriton camisetasPowered by Rock Convert